sexta-feira, 17 de setembro de 2010

CANTINHO DA POESIA

Publicado no Caderno BATUQUE do jornal Correio do Amapá de domingo, 12/09

O POETA DE HOJE É SÍLVIO LEOPOLDO

FRUTA (*)

Silvio LeopoldoFruta leitosa rachada de boa

Ouvi de Bruno de Menezes

E fiquei assim com aquela imagem

Por meses e muitos meses

 

Batuque pra cá

Batuque pra lá

Estivesse acordado ou dormindo

Aquela coisa me perseguindo

 

Magos duendes simpatias

Ceres clamei não foi à toa

Colheita eterna da paixão mais pura

Fruta leitosa rachada de boa

 

Lembrei do bairro de Macapá

Em que me criei – bairro do Laguinho

Fruta leitosa

Preta do Laguinho

Rachada de boa

Preta do Laguinho

 

Batuque pra lá

Batuque pra cá

Palavras me encantam

O ritmo me mata

E ainda me vem o poeta dizer:

- é o cheiro malino que sai da mulata

 

Fruta leitosa

Preta do Laguinho

Rachada de boa

Preta do Laguinho

(*) Do livro “Cantares do Bordel”, Ed. do autor, Belém, 1999. Sílvio Leopoldo era poeta, compositor, bibliotecário e bacharel em Direito. Publicou Velas do Meu Mar (Macapá, 1970), Lira Ligeira, Cruz Gamada, entre outros.

Postar um comentário