terça-feira, 19 de outubro de 2010

Eterno enquanto dure

vinicius-de-moraes-divulgacao Vinícius de Moraes, diplomata, dramaturgo, jornalista, poeta e compositor brasileiro nasceu no Rio de Janeiro em 19 de outubro de 1913, completaria, portanto, 97 anos.

Poeta essencialmente lírico, o poetinha como ficou conhecido, notabilizou-se pelos seus sonetos. Conhecido como um boêmio inveterado, fumante e apreciador do uísque, era também conhecido por ser um grande conquistador. O poetinha casou-se por nove vezes ao longo de sua vida.

Sua obra é vasta, passando pela literatura, teatro, cinema e música. No campo musical, o poetinha teve como principais parceiros Tom Jobim, Toquinho, Baden Powell, João Gilberto, Chico Buarque e Carlos Lyra.

Para José Castello, biógrafo e autor do livro "Vinicius de Moraes: o Poeta da Paixão - uma biografia”, o poeta foi “um homem que viveu para se ultrapassar e para se desmentir. Para se entregar totalmente e fugir, depois, em definitivo. Para jogar, enfim, com as ilusões e com a credulidade, por saber que a vida nada mais é que uma forma encarnada de ficção.”

Certamente Vinicius foi um apaixonado. Apaixonado pela vida e especialmente, pelas mulheres que cruzaram o seu caminho.

Ninguém, até hoje, cantou o amor pelas mulheres como Vinícius: leveza, graça, paixão, enlevo.

Sobre sua obra quase tudo já foi dito e escrito. Suas músicas são cantadas por todas as gerações. Suas frases embelezam cartões e mensagens de e-mails para enamorados.

O Quarteto Amazon Music convida a todos para relembrar canções de Vinícius no Restaurante no Norte das Águas, hoje, a partir das 21:00h, com convidados especiais

A iniciativa desta homenagem partiu de Pedro Taibe, filho do advogado Wagner Gomes que se juntou a Ronaldo Serra e Finéias para materializar o evento.

O interesse de Pedro, um jovem apaixonado pela obra de Vinícius, demonstra que a boa música é eterna.

Cheguem todos.

A “minha” música de Vinícius de Moraes

Ana Martel, cantora e compositora – Chega de Saudade

Lula Jerônimo, cantor e compositor – Um Homem Chamado Alfredo

Fernando Canto, escritor e compositor – São Demais os Perigos Dessa Vida

Rebeca Braga, cantora e compositora – Samba em Prelúdio

Ronaldo Serra, advogado - Se Todos Fossem Iguais a Você

Finéias Nelluty, músico e compositor – Eu sei que vou te amar

Pedro Taibe – idealizador da homenagem – Canto de Ossanha

Postar um comentário