quarta-feira, 17 de novembro de 2010

III Festival Literário de Arte

PROFES~2 Por Socorro Barros

Aconteceu desde segunda (8) e foi até sábado (13), o III Festival Literário de Artes da Escola Estadual Rodoval Borges Silva, antiga Escola São Benedito, situada no Bairro Fonte Nova, no município de Santana.

Sob a administração do Professor Nilson Silva, a escola desenvolve o projeto há três anos e a professora Valdeli Castelo Silva é a idealizadora. Segundo a Professora Valdeli, coordenadora geral, o Festival Literário de Arte surgiu da necessidade dos alunos em superarem as dificuldades na aprendizagem, em especial na disciplina de literatura, pois os mesmos não tinham interesse algum pela literatura, seus rendimentos eram mínimos, fato que gerava grande preocupação para todos os professores.

Ao final de 2007, a escola foi convidada a prestigiar o Festival Nacional de Teatro, que ocorreu na sede do antigo Independente Esporte Clube. Ao assistirem os espetáculos, os alunos ficaram bastante entusiasmados e isto despertou o interesse em realizar um festival deste nível na escola. Esse fato foi a grande oportunidade que a Professora Valdeli Castelo encontrou para que os alunos pudessem superar suas dificuldades frente a disciplina de literatura.

“O projeto é uma forma de estimular o aluno a se desenvolver nos estudos, em especial a literatura em geral e também de se integrar mais com os demais alunos, de descobrir novos talentos nas artes, além de estimular a leitura e produção textual”, comentou a professora de Literatura Valdeli Castelo Silva.

Em 2008, na primeira edição, o festival teve como tema “Muito prazer Machado de Assis”. Já em 2009, o tema foi “Centenário de Aniversário de José de Alencar” e nesta terceira edição, o tema é “Obras do Clássico ao melhor do Modernismo”.

O projeto tem quatro etapas: Leitura das Obras; Produção das Peças; Ensaios e por último as apresentações das peças. A produção, a organização e a apresentação dos espetáculos são realiza pelos alunos do ensino médio e envolve toda a comunidade escolar, e desta forma desperta, também, o interesse dos alunos do ensino fundamental.

Postar um comentário